terça-feira, 12 de agosto de 2008

António Aragão










António Aragão
[22.07.1921-11.08.2008]



imagem retirada de dnoticias.pt

António Manuel de Sousa Aragão faleceu ontem, dia 11 de Agosto, no Funchal, vítima de doença. Nascido na Madeira (em São Vicente), tinha 87 anos. Poeta, historiador, pintor e escultor, licenciou-se em Ciências Histórico-Filosóficas na Universidade Clássica de Lisboa e em Arquivismo e Biblioteconomia na Universidade de Coimbra.
Trabalhou em França e Itália, nas áreas da etnografia, museologia e restauro de obras de arte. Expôs a sua obra pictórica em Barcelona e Londres, tendo legado também numerosos trabalhos de escultura. Foi ainda director do Arquivo Regional da Madeira (durante os anos 70).
É considerado um grande poeta da década de 60 — com obras como Poema Primeiro, Folhemas 1, 2, 3 e 4 e Bancos e Metanemas —, mas aventurou-se também pelos domínios da ficção (Um Buraco na Boca) e do teatro (o drama Desastre Nu). Integrou a Antologia da Poesia Concreta em Portugal, publicada em 1973 pela Assírio & Alvim.

2 comentários:

Nuno disse...

Uma pequena sugestão: mais interesse do que transformar o vosso blogue num obituário, seria interessante publicarem poemas, excertos de livros, darem a conhecer as vossas iniciativas e as dos autores do vosso catálogo... Apesar de ser meritório recordar quem parte/partiu, há que reconhecer que três "posts" seguidos de falecidos soa demasiado a Missa de Requiem... Abraço e continuem o bom trabalho.

N.A.C

Assírio & Alvim disse...

Caro Nuno,
Agradecemos a sugestão, que teremos em conta.
O facto de os últimos posts terem como característica comum o assinalar de aniversários (ou de aniversários da morte) de pessoas que já partiram não passa de uma coincidência que não podemos controlar ou evitar, pois trata-se de personalidades importantes para a editora, pelo que não seria justo não as relembrar.
De qualquer forma, o essencial (e é sobretudo para isso que este blogue serve) é a divulgação das nossas iniciativas, novidades e projectos a que nos associamos, e que faremos (como temos feito) no tempo certo.
Na barra lateral esquerda poderá encontrar links para os posts sobre as exposições que se realizam actualmente e que a Assírio & Alvim apoia.
Mais uma vez, obrigado pela visita e pela sugestão.
Cumprimentos