quarta-feira, 28 de maio de 2008

Feira do Livro — Livros do dia

Quarta-feira, 28 de Maio de 2008

Pavilhão 34
A Oração dos Homens
Vários Autores
P.V.P.: 29 €
Preço de Feira: 17 €







‘Arkuwar’, ‘malduwar’, ‘mugawar’, ‘talliyawar’, ‘walliyatar’. Crê-se que as línguas indo-europeias prolongam étimos assim, rebuscam em longínquas sonoridades, por pronúncias que nem parecem humanas, tal o amplexo cósmico em que respiram, acessos possíveis à complexa fenomenologia da oração. ‘Arkuwar’ aproxima-se ao ‘arguere’ ou ao ‘argumentum’ latinos. E a oração entende-se como discursividade, desenho retórico, eloquência. ‘Mugawar’ remonta ao radical ‘meug-’ , que no latim se reencontra talvez em ‘movére’, e refere o trânsito, ritual e existencial, que a prece instaura. De ‘walliyatar’ derivam termos que nos são próximos, como ‘valére’ ou ‘validus’. Mas ‘Wal-’ designa, sobretudo, o objecto do canto, o louvável, e por isso a oração, não raro, vibra perto, ou dentro, ou ainda mais dentro, da musical natureza de um poema.
A oração como tópico humano fundamental solicita esse esforço de aproximação ao profuso. É um acto identificador das várias tradições espirituais, e que remete necessariamente para o contexto vital e programático de cada uma delas. Mas, ao mesmo tempo, é uma construção diferenciada de géneros, categorias, detalhes, especificidades. Para sondar o seu sentido é preciso reclamar pela história, pela teologia e psicologia do sentimento religioso; há que perscrutar a geografia original em que o orante se inscreve, a gestualidade e simbólica litúrgicas que veicula, as gramáticas da sua modulação do tempo, as escolas de oração que o iniciam, bem como a solidão, a extrema solidão que, depois, é a via nítida da prece; deve-se percorrer, demoradamente, esse monumental repositório que é a literatura religiosa, muitas vezes olhada como produção menor, quando, sem ela, também nos seria impossível explicar que coisa é a literatura ou até o Homem.
Uma bela edição, com selecção e tradução de textos de Armando Silva Carvalho e José Tolentino Mendonça.


Pavilhão 21
Fernando Pessoa — Imagens de uma Vida
Manuela Nogueira
P.V.P.: 30 €
Preço de Feira: 18 €





«Manuela Nogueira, sobrinha de Fernando Pessoa, e escritora de mérito, sóbria e firme, focaliza o que, deste livro, mostra a profunda importância dos laços familiares no percurso biográfico particular e relacional de Fernando Pessoa ao longo de toda a sua vida.»

Maria Aliete Galhoz


«Algumas das imagens deste generoso compêndio, organizado por Manuela Nogueira a partir de materiais que ficaram na sua posse, não só ilustram a vida de seu tio, Fernando Pessoa, como dão corpo e vida a certos pormenores biográficos que apenas conhecíamos através de testemunhos de terceiros, ou por referências contidas na obra do poeta.»

Richard Zenith


«O presente livro tem o propósito de fornecer mais um elo para o conhecimento de Fernando Pessoa inserido na sua época e constituir mais uma achega para o percurso do poeta, filósofo, desconstrutor dos universos humanos. O poeta múltiplo que procurava a unidade.»

Manuela Nogueira

2 comentários:

L. disse...

uma grande ideia, e obviamente um obrigatório nos favoritos.

vou tb adicionar nos links.

Assírio & Alvim disse...

Obrigado pela sua visita (e pelo link também, pois claro).